30316060

CRIOPRESERVAÇÃO DE ESPERMATOZÓIDES

CRIOPRESERVAÇÃO DE ESPERMATOZÓIDES

A criopreservação seminal tem o objetivo garantir a fertilidade de homens que irão se submeter a procedimentos que possam prejudicar a sua capacidade fértil. O congelamento na maioria das vezes é realizado a partir do sêmen ejaculado, mas também podem ser congelados espermatozoides provenientes diretamente do epidídimo ou do testículo.

À amostra seminal é adicionada crioprotetores, para evitar danos celulares causados pelo processo de criopreservação e descongelamento. O congelamento é realizado em três fases: na primeira, o sêmen é colocado em um refrigerado a uma temperatura de 2 a 8ºC; na segunda, as amostras são colocadas em suspensão em vapor de nitrogênio líquido onde são resfriadas até alcançar uma temperatura de – 80 ºC; e na terceira e última fase, as amostras são colocadas diretamente em nitrogênio líquido, onde ficarão armazenadas a – 196 ºC até o momento da sua utilização em técnicas de reprodução assistida.


Clique abaixo para ver outros tratamentos:

INDUÇÃO DE OVULAÇÃO


INSEMINAÇÃO INTRAUTERINA


FERTILIZAÇÃO IN VITRO CONVENCIONAL


ICSI


SUPER ICSI


ICSI GUARD


ASSISTED HATCHING


CRIOPRESERVAÇÃO DE EMBRIÕES


CRIOPRESERVAÇÃO DE ÓVULOS


PROGRAMA DE DOAÇÃO DE ÓVULOS


OBTENÇÃO CIRÚRGICA DO ESPERMATOZOIDE


FRAGMENTAÇÃO DO DNA DO ESPERMATOZOIDE


DIAGNÓSTICO GENÉTICO PRÉ-IMPLANTACIONAL

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais:

WhatsApp chat