30316060

Conheça as 4 principais vitaminas para engravidar

A nutrição tem um papel decisivo no sucesso da gravidez e, por meio de escolhas mais adequadas e de mudanças pontuais, é possível aprimorar a saúde da futura mamãe e do seu bebê, tornando esse processo muito mais tranquilo e aumentando as chances de concepção. Um plano alimentar bem orientado, que forneça na própria alimentação os nutrientes necessários, é o caminho ideal. Nesse artigo, vamos conhecer um pouco mais sobre o papel de algumas vitaminas na gestação.

1. Vitamina A

A vitamina A é uma das substâncias que contribuem para melhorar a fertilidade feminina. Entre os seus pontos fortes está o reforço ao sistema imunológico, que ajuda a minimizar os riscos de doenças oportunistas durante o período fértil, por exemplo. Esse nutriente participa ativamente do desenvolvimento das células, do coração e dos aparelhos circulatório e digestivo do bebê. Pode ser encontrada na gema de ovos, em frutas, como a manga, o abacaxi e o maracujá, em vegetais amarelos, em folhas verde-escuras e no óleo de peixe.

2. Complexo B

O complexo B também é muito importante para quem deseja engravidar e é composto por diversas vitaminas. Pesquisas sugerem que as mulheres que consomem níveis adequados de B6 antes de conceber, por exemplo, apresentam uma probabilidade menor de desenvolver diversas doenças do que aquelas que não consomem.

Já a vitamina B12 colabora para a boa formação do zigoto, enquanto a vitamina B2, também chamada de riboflavina, coopera com a fixação dos outros micronutrientes, favorecendo o metabolismo na aceitação e no processamento deles. Aposte em alimentos como peixes, bife de fígado, castanhas, abacate, entre outros.

3. Ácido fólico

O ácido fólico também é uma vitamina do complexo B, mas merece um tópico à parte por ser um dos micronutriente mais importantes para o desenvolvimento do feto. Ele minimiza as chances de defeitos no tubo neural, o qual pode gerar malformações na medula espinhal do bebê, como a espinha bífida (mielomeningocele). É comum que médicos e nutricionistas comece uma suplementação dessa substância já quando o casal está desejando uma gestação, preferencialmente com três meses de antecedência. Por isso, os cuidados e as preparações para a chegada do bebê devem começar antes mesmo da gestação.

4. Vitamina D

Também é importante avaliar individualmente a carência ou não da vitamina D. Ela é produzida pelo corpo humano a partir da exposição à luz solar, mas também podem obtida a partir do consumo de alimentos (atum e salmão) e da suplementação. Ajuda a regular a absorção do cálcio. Mesmo antes da gestação, a carência desse nutriente está associada à infertilidade e aos abortos espontâneos. Também é importante para reduzir os riscos do nascimento de um bebê pequeno para a idade gestacional e tem influência sobre o bom crescimento da criança na infância.

Todas essas vitaminas para engravidar cumprem funções importantes e, por isso, não podem faltar no organismo da futura mamãe, seja na forma de suplemento ou na dieta alimentar. A suplementação, quando necessária, deve respeitar a individualidade de cada organismo e ser prescrita por um profissional de saúde especializado. O excesso de alguns nutrientes também pode ser prejudicial. Por isso, nunca tome suplementos sem a orientação do seu médico ou nutricionista. A nossa equipe de nutrição está aqui para te orientar a fazer as melhores escolhas para você e o seu bebê.

Você gostou deste conteúdo? Então, que tal saber ainda mais sobre o assunto? Veja também qual é a alimentação ideal para melhorar a fertilidade!

Revisado por Drª Yohanne Almeida (CFN 15277) e Drª Nara Parente (CFN 11274).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais: