30316060

4 causas comuns para abortos de repetição

O abortamento espontâneo é um dos momentos mais tristes e frustrantes da vida de um casal e é definindo como a perda do bebê antes das 22 semanas de gestação ou quando o feto tem um peso menor que 500g. Esse problema acomete de 15% a 25% das gestações. Considera-se aborto de repetição quando há a ocorrência de três abortos consecutivos, sendo sua prevalência em torno de 1% a 5% das gestações. 

As causas de abortamento são variadas, podendo estar ligadas a uma perda natural no corpo do ser humano, mas especialmente ligado à idade da mulher, como também deve ser investigada quando há suspeita de problemas específicos que podem causar abortamento. Algumas das causas mais comuns para abortos de repetição são as seguintes:

Idade da mulher 

Quanto mais avançada a idade da mulher, mais difícil de gerar um embrião. E, quando gerado, pode apresentar anomalias genéticas graves que frequentemente evoluem para um aborto. 

Idade do homem

Esse fator não é tão relevante quanto a idade da mulher, mas também pode aumentar o risco de abortos. Se o homem tiver 40 anos e a mulher 30, o risco aumenta três vezes mais, e se a mulher tiver 35 anos ou mais, o risco sextuplica, em comparação a casais em que ambos têm menos de 30 anos. 

Antecedente de aborto

Independente da idade, caso a mulher já tenha tido dois abortos ou mais, o risco de mais um aborto é aumentado.

Fatores externos 

Alguns fatores como cigarro, bebida, peso da mulher, drogas e cafeína podem interferir na chance de aborto. Esses problemas devem ser corrigidos antes da gestação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais:

WhatsApp chat