30316060

Por que estou com baixa libido? Descubra aqui as principais causas

O desejo sexual é muito importante para manter uma vida saudável e feliz. Na manutenção de um relacionamento a dois, o ato sexual é essencial tanto para o homem quanto para a mulher. Mas muitas vezes a baixa libido pode afetar e atrapalhar esta relação. 

Neste texto, vamos falar um pouco mais sobre as causas da baixa libido. Portanto, se quiser saber mais sobre o assunto, continue a leitura!

Problemas de saúde e medicamentos afetam a libido

As alterações hormonais são os problemas que mais comumente levam às alterações na libido. Mas alguns medicamentos e outras causas orgânicas também podem estar por trás da redução do apetite sexual. 

Medicamentos que provocam uma grande depleção do sistema nervoso central podem provocar redução da libido e do desempenho durante o ato. Afinal, uma série de hormônios e substâncias atuam no nosso cérebro para nos manter ativos sexualmente.

Assim como algumas doenças da tireoide, os métodos contraceptivos hormonais tem como consequência a redução dos níveis de testosterona (principal hormônio sexual envolvido com o desejo), sendo esse hormônio essencial para aumentar a libido. 

A falta de alguns nutrientes também pode ser relacionada a redução da libido e, portanto, é imprescindível que você fique de olho na sua alimentação e pratique exercícios físicos regularmente para se manter saudável. 

Problemas emocionais diminuem a libido

Destacam-se entre os fatores que provocam a diminuição da libido:

  • estresse;
  • cansaço;
  • ansiedade;
  • depressão.

A depressão torna a pessoa alheia aos aspectos da vida interpessoal e afeta drasticamente a relação de qualquer casal. Essa doença pode levar a uma mistura de sentimentos que reduz tanto o desejo de ter relações quanto o prazer na hora do ato sexual. 

Outro fator importante é o grande nível de estresse. O número excessivo de tarefas e responsabilidades do dia a dia nos impede de manter a concentração no parceiro. 

As noites mal dormidas e o cansaço excessivo fazem com que o nosso corpo produza uma série de substâncias que também afetam o desejo e a prática do ato sexual, reduzindo a libido. Além, de provocarem redução da serotonina, o hormônio responsável pelo prazer. 

Avanço da idade reduz a libido

Após os quarenta anos é normal que o desejo sexual seja reduzido. Tanto o corpo dos homens quanto o das mulheres passam por diversas mudanças nos níveis hormonais.

Em mulheres os níveis de estrogênio e progesterona caem com a chegada da menopausa. Nesse período, a vida reprodutiva da mulher se encerra e ela passa por diversas mudanças físicas e mentais. Já nos homens, a redução de testosterona vai ocorrendo lentamente até a andropausa.

A redução dos hormônios sexuais está diretamente ligada ao desejo sexual, pois provoca redução da lubrificação normal dos órgãos, problemas na ereção peniana e clitoriana, além da flacidez muscular do períneo. Essas alterações provocam sensação de dor e desconforto durante a relação sexual, reduzindo o prazer em sua prática. Com o tempo a pessoa vai perdendo o desejo de repetir o ato sexual. 

Outras questões também devem ser apontadas, por exemplo, como a mulher encara o envelhecimento. Padrões sociais de juventude impostos ao longo dos anos pode fazer com que algumas mulheres tenham uma percepção negativa dessa fase da vida. Tudo isso provoca uma diminuição na autoestima e no desejo de se relacionar com o parceiro.

Os homens também se sentem ansiosos já que não conseguem ter ereções na mesma intensidade de antes, podendo apresentar, inclusive, sintomas de disfunção erétil e redução da autoestima. 

Agora que você já sabe quais são as principais causas da diminuição da libido fica mais fácil encontrar respostas para resolver o quadro. Converse com seu ginecologista ou com o seu andrologista. O seu médico pode te ajudar a avaliar quais são as suas opções para ter uma vida sexual saudável e feliz. 

Gostou desse conteúdo? Então curta nossa página no Facebook e fique por dentro de todos os nossos artigos!  Estamos também no Twitter, no Instagram e no Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais: