30316060

Relógio biológico: existe idade certa para engravidar?

Ávidas por conquistar independência financeira e uma vida mais confortável, muitas mulheres colocaram a maternidade em segundo plano e priorizam os estudos e o trabalho. Depois de um tempo, algumas se veem diante da dificuldade de engravidar naturalmente, por conta da idade.

Apesar de a concepção ser uma condição biológica e apresentar diferenças de uma mulher para outra, os estudos indicam que existe sim uma idade certa para começar uma nova família. Você está na estatística das mulheres que adiaram o projeto de ser mãe, mas agora deseja realizá-lo? Neste texto vamos tirar as suas dúvidas sobre a idade para engravidar!

A quantidade e qualidade dos óvulos de acordo com a idade

Os avanços tecnológicos têm contribuído para ajudar muitas mulheres a conquistar a maternidade depois dos 30 anos. No entanto, é consenso na academia médica que a melhor época de uma mulher conceber é na idade entre 20 e 30 anos. Nesse intervalo, a fertilidade é alta, pois os ovários guardam uma grande quantidade de óvulos. Portanto, essa seria a melhor idade para engravidar.

A partir dos 30 anos, a qualidade dos óvulos começa a cair e eles ficam mais propensos a provocar alterações genéticas se forem fecundados. Aos 35 anos, a queda da fertilidade é mais intensa. Depois dos 40, as chances de manter uma gravidez até o fim são menores, e aumenta o risco do bebê sofrer com alguma doença.

Apesar desses dados, quem passou dos 40 não precisa desistir do sonho de ser mãe. Essas são questões importantes para avaliar, mas aliando o seu desejo a um acompanhamento médico de qualidade, é possível superar as limitações.

A medicina reprodutiva como aliada

Quem quer engravidar com mais idade tem algumas opções disponíveis. Comece procurando a orientação de um ginecologista. Esse profissional pode avaliar o seu organismo e verificar as condições do sistema reprodutor.

Caso sinta necessidade, procure uma clínica especializada em reprodução humana. A chamada reprodução assistida tem avançado muito tecnologicamente. As clínicas buscam oferecer o que há de mais recente na área. Elas possuem toda uma estrutura de equipamentos e pessoal, priorizando equipes multidisciplinares para acompanhar cada caso.

Se você procurou a clínica para investigar dificuldades para engravidar, não deixe de conversar abertamente com o seu parceiro e esclarecer a importância da participação dele no processo. Para descobrir a real causa da dificuldade, os exames são feitos com os dois.

A importância de um diagnóstico correto

Segundo pesquisas já divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a estatística é bem equilibrada — das causas da dificuldade para engravidar, 40% são no corpo da mulher e 40% no do homem. Os 20% restantes a medicina não sabe explicar as causas.

Essa fase da descoberta do diagnóstico é muito importante para saber qual tratamento o médico deverá seguir. É nessa fase, também, que o impacto psicológico costuma ser maior sobre a mulher. Descobrir problemas de infertilidade que podem atrapalhar os planos de ser mãe não é fácil.

Apesar de o relógio biológico ser um fator inegável, é você e o seu companheiro que decidem a idade para engravidar. Procure ser acompanhada por profissionais capacitados, que vão cuidar para que você tenha uma gestação saudável e um pré-natal de qualidade.

Gostou deste post e quer ter acesso a mais conteúdos como este? Siga as nossas páginas nas redes sociais e acompanhe as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais: