30316060

Entenda como funciona o procedimento de fertilização in vitro

Para muitos casais o sonho de gerar um filho parece distante quando descobrem que um deles ou ambos possuem problema de infertilidade. Entretanto, com o avanço da medicina reprodutiva, já é possível que a concepção ocorra. O procedimento de fertilização in vitro, uma técnica de reprodução assistida, torna possível que a gravidez aconteça de forma segura na maioria dos casos de infertilidade. 

Se você quer saber mais sobre o procedimento, continue a leitura do texto e saiba as principais informações sobre a fertilização in vitro. Confira:

O que é a fertilização in vitro?

A fertilização in vitro (FIV) é cada vez mais comum, já que as taxas de sucesso são mais altas que as outras técnicas de reprodução assistida.   

O processo envolve a coleta de esperma masculino, o que vai garantir que os gametas sejam selecionados para o procedimento de fertilização. Em alguns casos, será necessário obter o espermatozoide por meio de procedimento cirúrgico. A mulher fornecerá os óvulos depois de passar por indução de ovulação por meio de medicamentos ou hormônios injetáveis. 

Com a coleta de gametas femininos e masculinos inicia-se o processo de fecundação, que ocorre dentro do laboratório. Os espermatozoides passam por uma seleção, sendo que somente os melhores serão utilizados para a fecundação. 

Após a fecundação em laboratório, o embrião será incubado e posteriormente transferido para o útero da paciente por meio de um procedimento indolor. Atualmente, adota-se a técnica da injeção intracitoplasmática de espermatozoides para injetá-los nos óvulos. Após 12 dias da data da transferência, ela fará um exame de sangue para dosar o Beta HCG e saber se ocorreu a implantação, confirmando a gravidez. 

Para quem é indicada a fertilização in vitro?

A fertilização in vitro é indicada para casais que possuem alguma doença ou problema que gere infertilidade na mulher, no homem ou em ambos. Saiba alguns casos em que esse método é altamente recomendado:

  • obstrução tubária;
  • endometriose;
  • mulheres com baixo índice de óvulos;
  • idade avançada, tanto em mulheres como em homens;
  • fator masculino (contagem baixa, alteração grave em morfologia ou motilidade dos espermatozoides);  
  • falhas repetidas em tratamentos menos complexos;
  • infertilidade sem causa aparente.

Estes são alguns casos em que a fertilização in vitro pode ser a solução para casais que desejam ter filhos. É importante que você verifique com seu médico qual método de reprodução humana é o mais indicado para a sua situação e saiba todas as informações necessárias para escolher a melhor opção.

O que contribui para o sucesso do procedimento?

Muitos casais, após falhas tentativas com outros métodos de reprodução, buscam a fertilização in vitro como a solução de seus problemas. Entretanto, há alguns fatores que fazem diferença no sucesso do procedimento como:

  • idade da mulher;
  • qualidade dos óvulos e espermatozoides utilizados;
  • receptividade do útero ao embrião.

O índice de sucesso, em grande parte, depende dessas etapas, assim como a idade da mulher, já que a fertilização in vitro tem maior êxito em mulheres com até 38 anos.

O procedimento de fertilização in vitro é seguro e é a oportunidade que muitos casais veem para realizar o sonho de gerar um filho. Procure uma clínica de reprodução humana para avaliar qual a melhor opção em seu caso. Esperamos que esse texto tenha esclarecido suas principais dúvidas.

Se você se identificou com esse procedimento, entre em contato conosco e conheça as possibilidades disponíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais: