30316060

Como é o procedimento para reversão de vasectomia? Entenda aqui!

A vasectomia é um procedimento cirúrgico de contracepção masculina considerado definitivo. A técnica é eleita como método contraceptivo por cerca de 10% dos casais que não desejam ter mais filhos. Felizmente já existe uma cirúrgica capaz de reconectar os tubos que conduzem espermatozoides e restituir a fertilidade masculina. 

Neste post explicaremos o que é vasectomia, como é feito o procedimento de reversão e em que casos é indicado.

O que é vasectomia?

A técnica consiste em um corte nos canais que transportam os espermatozoides produzidos nos testículos para a uretra. É um das cirurgias mais realizadas no mundo pela sua simplicidade e eficácia. Existem ainda técnicas modernas na qual é possível realizar a vasectomia sem cortes na pele. O procedimento não afeta de forma considerável o volume de sêmen, de forma que o homem continua ejaculando normalmente, apenas sem os gametas necessários para a gravidez. Ou seja, fica infértil.

No entanto, atualmente 1 em cada 5 homens que foram submetidos a vasectomia se arrependem, e cerca de 6% optam por fazer a reversão de vasectomia. Os principais motivos para a reversão de vasectomia são novos relacionamentos, falecimento de um filho ou melhora da situação financeira. Por isso é recomendado que, antes do procedimento de vasectomia, o homem congele uma amostra de sêmen.

Como é feita a reversão?

Apesar de a vasectomia ser extremamente simples, a sua reversão é um procedimento bem mais delicado, que necessita de técnicas microcirúrgicas especializadas. O objetivo da cirurgia é reunir as duas extremidades dos ductos deferentes, fazendo uma nova comunicação entre elas, de modo que os espermatozoides possam novamente ser transportados até a uretra (canal da urina) durante a ejaculação. 

A cirurgia é minimamente invasiva, por isso o paciente não necessita de internação hospitalar. O sangramento é mínimo e não há risco de vida por não mexer em nenhum órgão vital. Um pequeno corte de 3 a 5 cm é feito em cada lado do escroto, por onde o cirurgião vai chegar até o canal deferente interrompido. É então realizada uma costura com fios cerca de 6 vezes mais finos que um fio de cabelo e 20 vezes mais finos que as impressões digitais. Para isso, também é necessário um microscópio cirúrgico adaptado capaz de magnificar as imagens das pequeníssimas estruturas em até 25 vezes.

Após o procedimento, é necessária manter a abstinência sexual por quatro semanas, pois a ejaculação de qualquer natureza deve ser evitada nesse período de recuperação. 

Em que casos ela é indicada?

A reversão de vasectomia dificilmente tem contraindicações, que mais dependem da condição de saúde do paciente do que do procedimento em si. O mais importante é estar ciente de que as chances de sucesso diminuem consideravelmente de acordo com alguns fatores, sobretudo o tempo de vasectomia e o potencial de fertilidade da parceira

O tempo de vasectomia é um dos itens que mais influencia, pois quanto mais tempo o testículo passa entupido mais difícil é reconstruir o canal. Também é necessário avaliar a fertilidade da parceira, pois mulheres com idade próxima aos 40 anos e/ou problemas no sistema reprodutor têm chances mais escassas de gravidez natural. Dessa forma há grupos de casais com 70-90% de chance de terem filhos após a reversão de vasectomia enquanto outros essas taxas são por volta de 20-40%. Procure um andrologista e descubram quais as suas chances! 

Quais as opções para quando a reversão da vasectomia não for possível?

Em casos onde a cirurgia for contraindicada devido a problemas técnicos para sua realização ou mesmo devido à dificuldade para conseguir uma gravidez natural por fatores femininos, o casal pode optar pela fertilização in vitro com a injeção intracitoplasmática de espermatozoide obtido por meio de cirurgia. Esses procedimentos para captação de espermatozoides são bem mais simples e suas taxa de sucesso são próximas a 100%. Assim é possível realizar o encontro do óvulo com os espermatozoides do próprio casal em laboratório, gerando embriões para serem implantados diretamente no útero.

Esperamos ter tirado suas dúvidas sobre a reversão de vasectomia. Entre em contato conosco para mais informações sobre o procedimento! Estamos prontos para auxiliá-lo no que for necessário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais: