30316060

Afinal, quando é preciso procurar uma clínica de reprodução humana?

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), cerca de 15% dos casais que estão em idade reprodutiva têm problemas para aumentar a família.

O adiamento da maternidade tem um grande papel no crescimento dos casos de infertilidade. Buscar pela independência financeira e garantir uma vida mais confortável para os pequenos têm sido a preferência de muitas mulheres. No entanto, o relógio biológico feminino não para e, às vezes, é preciso recorrer a uma ajuda a mais para realizar o sonho de ter filhos.

Mas quando será o momento certo para procurar uma clínica de reprodução humana? Se esta dúvida também é sua, continue acompanhando as nossas dicas.

Quando procurar uma clínica?

É aconselhável procurar a orientação de um especialista em reprodução humana após um ano de tentativas em alcançar a gravidez sem o uso de nenhum método contraceptivo, com relações sexuais desprotegidas no período fértil da mulher.

No entanto, se você já teve algum problema de saúde prévio, como miomas, infecções pélvicas, abortos espontâneos, dor nas relações sexuais ou se o seu parceiro tem histórico de caxumba ou varicocele (conheça outras causas da infertilidade masculina), não devem espera tanto. Nesses casos, o recomendado é buscar ajuda médica após um período de seis meses tentando engravidar sem sucesso. Este também é o tempo de espera se a sua menstruação for muito irregular ou se você já tiver mais de 35 anos.

Se você já tem 38 anos ou mais, não deve mais esperar para procurar ajuda de um especialista, pois a idade da mulher é o fator mais importante no sucesso dos tratamentos em reprodução assistida.

Conheça, a seguir, outras causas comuns que podem levá-la a procurar uma clínica de reprodução humana.

Em casos de endometriose 

A endometriose é uma doença que atinge cerca de 15% das mulheres em idade fértil. O problema é causado quando o endométrio — parte interna do útero que descama durante a menstruação — deixa algumas de suas células na região pélvica, principalmente nas tubas, útero e ovários.

Ela existe em vários níveis de gravidade e quase sempre demora a ser diagnosticada. A endometriose pode causar infertilidade quando ocorrem lesões pélvicas que prejudicam as tubas uterinas, impedindo que o espermatozóide encontre os óvulos. Além disso, a doença provoca uma modificação no endométrio, o que o torna menos receptivo para os embriões se desenvolverem.

Se você já teve endometriose e tem dificuldades para engravidar, procure um especialista em reprodução humana investigar o melhor tratamento para seu caso.

Em casos de SOP

A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma doença que atinge cerca de 10% das mulheres. O problema começa quando o corpo produz hormônios de forma desregulada e prejudica a ovulação, causando até a ausência da menstruação.

Quem sofre com esse problema geralmente tem ciclos irregulares e longos períodos sem menstruar. As dificuldades com a fertilidade feminina são causadas pela ovulação sem padrão, que muitas vezes só ocorre por meio do uso de medicamentos.

Existem alguns tratamentos para esse problema e o médico precisa analisar cada caso para ter certeza de que não existem formas mais simples de resolver a adversidade.

Idade acima de 35 anos

As mulheres têm optado pela maternidade cada vez mais tarde, mas é preciso estar atenta aos riscos que isso pode trazer quando o assunto é gravidez. Com o passar dos anos, a quantidade de óvulos diminui drasticamente, principalmente após os 35.

Se você está tentando engravidar e já passou dessa idade, essa é uma boa hora para procurar uma clínica de reprodução humana.

Muitas tentativas sem sucesso

Várias tentativas fracassadas de uma gravidez também podem representar um problema. Muitas vezes, a infertilidade não tem causa aparente, mas a gravidez não vem.

Nesses casos, é importante fazer um acompanhamento detalhado com um especialista, já que nem todos os motivos que causam infertilidade são amplamente conhecidos pela medicina. Além disso, a ausência da gravidez espontânea depois de um período de um ano já significa que a fertilidade daquele casal está diminuída. Para as mulheres com mais de 35 anos, esse prazo cai para 6 meses.

A boa notícia é que mesmo quando não se descobre a causa da infertilidade, as técnicas de reprodução assistida são eficazes para realizar o sonho da maternidade e da paternidade.

É importante saber que a maioria dos casais vai conseguir a gravidez no primeiro ano de tentativa. Se o positivo não vier nos primeiros meses, segure a ansiedade. Você já sabe a hora certa de procurar uma clínica de reprodução humana e vai encontrar a ajuda adequada para realizar o seu sonho.

E se você se identificou com um desses problemas, entre com contato conosco e conheça as opções de tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do nosso site? Acompanhe as nossas redes sociais: